ABrasOFFA

Está com vagas abertas para Estagiários em diversas áreas. Possui Convênios com diversas Universidades da Baixada Santista, basta ligar para 13-3235-1122 e agendar um horário.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Intercambista fala da sua experiência no Brasil

Esprit Autenreith tem 17 anos e é dos Estados Unidos. Veio para o Brasil por meio de um intercâmbio realizado pela associação Rotary Clube, em agosto do ano passado. Estudou espanhol por dois anos e, há quase dez meses no País, já fala um português excelente. 
Ela conta que a adaptação com o idioma foi bastante difícil. "No começo não conseguia entender nada. Agora, entendo tudo e até leio livros em português...só falar que é mais complicado", explica. 
O Brasil não foi sua primeira opção na hora da escolha do intercâmbio. Mas, agora Esprit confessa se sentir quase uma brasileira. "Hoje em dia, faço coisas que minha família não entende, por exemplo: como pizza com garfo e faca. Lá, isso é estranho, pois as pessoas só comem pizza com as mãos". 
Esprit com os voluntários da ABrasOFFA
Uma das coisas que mais chamou a atenção da estudante é a comida. Em sua opinião, os pratos brasileiros são muito mais saborosos. "Feijoada é o que mais gostei, com certeza". Além disso, o povo é bastante receptivo e simpático. "O que mais gostei nesse lugar são as pessoas. São tão alegres ...parecem que estão sempre felizes", comenta. 
Outro ponto positivo observado por ela é a valorização da cultura local. De acordo com Esprit, aqui nós damos mais crédito à música nativa do que outros lugares. E ela vai embora conquistada pelo samba, pagode e forró. "Adoro Exalta-samba e Luan Santana", conta.
Esprit já visitou a sede da ABrasOFFA várias vezes e já participou de duas divulgações feita pela ONG. Entre elas, a festa junina da UNIMES, em que foi a primeira vez que viu uma quadrilha e pessoas fantasiadas de caipira. Na ocasião, até dançou forró com outro estudante.
Para ela, o trabalho da ABrasOFFA é impressionante. Principalmente, porque todos os envolvidos são voluntários. "Os amarelinhos trabalham muito, além da suas ocupações pessoais. E tudo de forma espontânea. Isso é muito legal". 
Amanhã, na sede da entidade, em Santos, faremos um encontro com o pessoal para nos despedirmos dessa intercambista que conquistou todos os amarelinhos.O convite para a volta já está feito e nós esperamos que seja em breve. Um grande beijo e boa viagem, Esprit!!!  


Um comentário:

  1. A Esprit é um doce de pessoa, sentiremos a sua falta, mas o convite foi feito para que ela retorne e traga os seus pais e irmãs.
    Bom retorno e não esqueça da gente.

    ResponderExcluir