ABrasOFFA

Está com vagas abertas para Estagiários em diversas áreas. Possui Convênios com diversas Universidades da Baixada Santista, basta ligar para 13-3235-1122 e agendar um horário.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Diário de Viagem - Agrestina -PE Dia #2






Vamos começar nossa aventura de 6 dias de atividades. Dia 03.12.13 começou com o uniforme, pois assim somos reconhecidos de todas as formas e pelas pessoas que nos rodeiam...









Logo cedo, vieram me buscar para conhecer a produção de chocalho da região.
Como já coloquei na publicação anterior, Agrestina é a CAPITAL DO CHOCALHO.
Mas você pergunta, como é feito esse chocalho....
Eu já cheguei achando que era chocalho simples no formato de uma bola com sementes dentro para acompanhar na musica, mas não. O chocalho daqui é aquele que fica no pescoço dos animais das fazendas.
Ex: Vaca, boi, cabra,

O Sr.Sirilo e a filha Josyane mostrou o processo de produção a objetividade dele. Outra coisa que reparei é a desvalorização da mão de obra e como eles trabalham.
O material é reciclável, toda peça é manual, e com modos antigos de produção.
Veja nas fotos: 

(APERTE EM CIMA PARA AMPLIAR)

 

 


 





 

Entre muitos chocalhos escolhi 6 peças que fazem um som lindo.




Local de produção dos chocalhos.

 Processo de produção do chocalho:
1- corte de toneis de aço
2- molde dos cortes
3- colocação de pininhos de zipper
4- embalado no barro e colocado no forno para assar.
5- retirada do forno
6- rolamento no chão da peça de barro com os chocalhos dentro.
7- esfriamento na água
8- soltura do barro e a limpeza das peças;

Cada processo tem um tempo e uma técnica usada. Isso foi o que vi o Sr. Sirilo fazendo.

Entrada no bairro de Santa Tereza onde é o maior foco de produção dos chocalhos e revendido pelo país inteiro.

 Algumas fotos cedidas pela secretaria da CULTURA E TURISMO da prefeitura de AGRESTINA - PE


A programação não parou por ai....
A noite antes de sair para as apresentações, o Sr. Milvio Cordeiro, coordenador do grupo Asa Branca, me mostrou as coleções de troféus que já recebeu quando esteve nos festivais da ABrasOFFA.





 Quando ele foi pegando o material da apresentação, me mostrou esse chapéu.
Achei tão legal que pedi para tirar foto.



A colocação do turbante para a apresentação de Maracatu.



Alunos do Sr. Milvio Cordeiro

 Eu e a Ines que também faz parte do grupo ASA BRANCA.

Local das apresentações:



Inicio das apresentações e equipe envolvida no evento:





  


 

 O primeiro dia do encontro cultural contou com grupos da cidade. Com danças populares e atuais.
Aqui está na moda o Swing, uma mistura de Axe com funk e outras musicas
Os jovens ficaram bem a vontade e puderam sentir um gostinho da emoção dos palcos.
.












Logo depois das apresentações, parte da equipe se reuniram para comer uma pizza e conversar sobre o evento e mais assuntos populares.
Estou cada vez mais impressionada com a cultura local que é bem diferente.

Amanhã tem mais.
Ass. Helora Schlegel Bello / Amarelinha - Voluntária

Um comentário: